Governo regula Lei que garante identidade descritiva às pessoas com deficiência

foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O decreto publicado, no Diário Oficial desta quarta-feira (27), trata especificamente da regulamentação da Lei Estadual nº 10.419/2018, que assegura às pessoas com deficiência uma carteira de identidade descritiva, no âmbito do estado do Rio Grande do Norte, para auxiliá-las no acesso aos seus direitos. O conteúdo disposto no decreto explicita ainda as informações necessárias sobre as definições, o órgão de expedição, cadastramento, emissão, validade e fiscalização do documento.

A Carteira de Identificação da Pessoa com Deficiência (CIPCD) serve como documento complementar à carteira de identidade e deverá conter informações a respeito do tipo de deficiência do titular, a necessidade, ou não, do uso de remédio continuado e a indicação de substâncias que provoquem alergia alimentar ou medicamentosa, além de outras informações adicionais que se fizerem necessárias.

O documento é opcional e será emitido pela Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (SEMJIDH), através da Coordenadoria de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CORDE). A emissão da Carteira de Identificação ocorrerá mediante requerimento acompanhado de relatório ou laudo médico, com indicação do código da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID).

Para o Décio Santiago, titular da CORDE, o ato de regulamentar a Carteira de Identificação é uma grande conquista para às pessoas com deficiência do Rio Grande do Norte, “esse é um pleito antigo das pessoas com deficiência de todo o estado, com a regulamentação da Lei esse segmento tem acesso à um documento que lhe ajuda na identificação e facilita a garantia dos seus direitos no cotidiano.”

A CORDE dispõe de canais para dúvidas ou informações: (84) 98185-8243 | cordern.semjidh@gmail.com

Fonte: Portal do Governo do RN

Compartilhe o artigo:
Sobre Gov Notícias 245 Artigos
Redação do Site Gov Notícias

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*