RN registra volumes de chuvas 78,3% abaixo da média esperada no mês de janeiro de 2021

Foto: Portal do Oeste

O Rio Grande do Norte registrou volumes de chuvas 78,3% abaixo da média esperada no mês de janeiro de 2021. A média de chuva observada no estado foi de 14,1 milímetros (mm), enquanto que a esperada era de 60,4mm. As análises da Unidade Instrumental de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte- EMPARN, apontam que o cenário decorreu da presença de águas superficiais mais frias do que o normal no Oceano Atlântico sul.

A região do Alto Oeste potiguar foi aonde os maiores índices foram registrados, com destaque para os municípios de Rafael Fernandes (150mm), José da Penha (95,8mm), Água Nova (87,5mm) e Cel. João Pessoa (77,4mm). “No restante do Estado, por falta de instabilidade atmosféricas, as chuvas foram fracas e isoladas, mostrando uma predominância de índices pluviométricos abaixo de 10mm”, avaliou o chefe da unidade, Gilmar Bristot.

Bristot explica que nos últimos três anos (2017-2020) as águas do Atlântico Sul, nos meses de janeiro e fevereiro, apresentaram temperaturas acima do normal o que provocou chuvas nestes dois meses, acima do normal. “Então o sertanejo, o natalense se acostumou com as chuvas em janeiro e fevereiro- o que não é o esperado acontecer. O esperado é que a Zona de Convergência que trás chuvas para o sertão de fevereiro à maio atue nos meses de março e abril- que são os meses que mais chove aqui no Nordeste. Então em 2021 a expectativa é da atuação da zona de convergência nos meses de março e abril”, disse.

O meteorologista prevê o início das chuvas a partir de meados de fevereiro início de março no interior do estado, começando pela região do Alto Oeste e chegando depois na região do Agreste. “A expectativa para fevereiro é das chuvas próximo da normalidade”, considerou

Próximos dias

Até domingo (21), a previsão é de céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões com pancadas de chuvas devido a circulação do ar favorável em altos níveis da atmosfera, que favorecem a entrada de umidade sobre a região e a consequente formação de chuvas sobre o Estado. “É previsto que ocorram chuvas espalhadas por todas as regiões e o início da atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), para o próximo final de semana”, avaliou Bristot.

Reunião Climática

Na próxima terça-feira (23), meteorologistas dos centros de pesquisa da região Nordeste, do Centro de Pesquisa Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/INPE), Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) e da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme), além de técnicos em áreas ligadas ao monitoramento de chuvas e da seca se reunirão em conferência online para Análise Climática para o Semiárido do Nordeste Brasileiro- período de março a maio de 2021. “A reunião irá durar o dia inteiro e nos dias seguintes iremos divulgar a previsão para o período”, disse Bristot, organizador do evento.

Média de chuvas em janeiro de 2021 no RN

Estado 14,1 mm

Região Oeste 30,1mm

Região Central 6,4mm

Região Agreste 7,4 mm

Região Leste 12,4mm

Fonte: Portal do Oeste

Compartilhe o artigo:
Sobre Gov Notícias 316 Artigos
Redação do Site Gov Notícias

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*