Governo do Estado vai realizar primeiro censo da população em situação de rua

Foto: SP Invisível

O primeiro censo da população em situação de rua do Rio Grande do Norte será iniciado ainda este ano pelo Governo do Estado. Nesta quarta-feira, 14, a Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (SETHAS) começou a acolhida aos pesquisadores-bolsistas que vão atuar no desenvolvimento de ações de natureza investigativa e interventiva diretamente voltadas às demandas desse segmento no RN.

A SETHAS realizou hoje à tarde a reunião de acolhida aos pesquisadores-bolsistas de nível superior para o Projeto de Pesquisa e Inovação “Promoção dos direitos da população em situação de rua no Rio Grande do Norte: diagnóstico e intervenção nos caminhos de inovação no Sistema Único de Assistência Social”.

Com a contratação dos bolsistas por processo de seleção por meio de edital, a SETHAS, em parceria com a Fapern e o Instituto Kennedy vai realizar um ciclo de capacitação dos bolsistas que vão trabalhar na pesquisa e censo da população em situação de rua.

No momento da recepção, a secretária da pasta, Iris Oliveira, destacou que a experiência da participação de pesquisadores-bolsistas em projetos como o que está em curso na SETHAS é uma oportunidade de aprendizado que tem como contribuição maior a formação de quadros para a gestão pública.

De acordo com a secretária, o olhar dos pesquisadores deve ir além dos números mas, principalmente, nas pessoas que são o público-alvo da pesquisa.

A coordenadora da Gestão Estadual do SUAS (COGESUAS) da Sethas, Muriele Medeiros, frisou que a chegada dos pesquisadores-bolsistas era aguardada para a contribuição desafiadora de realização do censo. Um momento especial do Governo Fátima Bezerra, destacou.

Segundo o coordenador da Assessoria Científica do Instituto Kennedy, José Paulino Filho esta é a primeira parceria com a SETHAS. O mais importante neste projeto, identificou, além da dimensão quantitativa será a dimensão do processo qualitativo, do conhecimento gerado a partir das histórias das pessoas. “A ideia do diagnóstico e mapeamento é a intervenção com as políticas públicas”.

Também participaram da acolhida, a coordenadora de Estudos e Projetos da Sethas, Elizângela Cardosos, as(os) subcoordenadoras(es) da Proteção Social Básica, Ikaro Freiras; da Proteção Social Especial, Hellen Tattyanne de Almeida; da Gestão do Trabalho do SUAS, Carlos André Cruz.

Os pesquisadores-bolsistas são: João Victor Moura Lima, Helierba Patrícia de Souza, Sanielle Katarine Rolim de Oliveira, Mateus Cavalcante de França, Nuara de Sousa Aguiar e Shirlenne Nascimento dos Santos.

Fonte: Portal do Governo do RN

Compartilhe o artigo:
Sobre Gov Notícias 316 Artigos
Redação do Site Gov Notícias

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*