Oito municípios terão investimento de R$ 110 milhões em energia solar

Foto: ELISA ELSIE / ASSECOM / RN

Oito municípios do Rio Grande do Norte vão ganhar usinas de geração de energia solar. Para isso, o Governo do Estado está agilizando os procedimentos de concessão de licenças ambientais e segurança jurídica. A empresa Atua Energia vai investir em oito plantas de Geração Solar distribuídas nos municípios de Assu, Acari, Caicó, Alto Rodrigues, Governador Dix Sept Rosado, Baraúnas, Jucurutu e Apodi. Na primeira fase serão gerados 22 megawatts (MW) com investimentos de R$ 110 milhões. A implantação vai gerar 320 empregos diretos nos próximos 24 meses.

O projeto da Atua Energia vai atender a 500 clientes que possuem consumo de energia mensal em torno de R$ 10 mil. O projeto é destinado às médias, pequenas e microempresas no RN.

“O nosso Estado é líder nacional em geração de energia eólica e tem grande potencial também para energia solar. Este investimento vem para somar à nossa produção de energias renováveis e ao desenvolvimento econômico e social sustentável”, afirmou a governadora Fátima Bezerra, que estava acompanhada do vice-governador Antenor Roberto.

Fátima Bezerra determinou a criação de um comitê no âmbito da Câmara de Energias Renováveis da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec) para acompanhar e dar celeridade à execução do investimento. “Os investimentos vão para além da Região Metropolitana de Natal, vão beneficiar micro e pequenos empreendedores com energia limpa e mais barata em várias regiões do Estado. O nosso Governo tem atuação firme para estimular os investimentos dando agilidade na análise e liberação das licenças ambientais, incentivos fiscais e segurança jurídica para criar empregos e renda para nosso povo”, declarou.

Secretário da Sedec, Jaime Calado destacou o forte potencial do RN para geração de energias renováveis e as iniciativas do Governo para atrair investimentos. “Vivemos em todo o mundo momento de transição energética. O RN está preparado e tem hoje participação importante neste processo. Nossa matriz energética é formada por 94% de fontes limpas, índice maior que o da Dinamarca, que é de 65%, país que iniciou o processo de geração de energia limpa em larga escala”, comparou.

O diretor-geral do Idema, Leon Aguiar, reafirmou o empenho do órgão ao agilizar os processos de licenciamentos ambientais respeitando rigorosamente a legislação.

Diretor da Atua Energias, Jorge Maciel disse que a empresa integra um grupo que possui 19 usinas de geração de energia no Brasil – 4 solares, 2 eólicas, 1 térmica e 11 hidrelétricas de pequeno porte. “Estamos com tudo pronto para iniciar a implantação das novas usinas no Rio Grande do Norte. Vamos gerar a energia e captar pequenas e médias empresas que passarão a ter 20% de redução no custo do seu consumo. E poderão se credenciar como geradoras de energia renovável sem precisar se envolver diretamente com os custos do processo de geração”, explicou.

Também acompanharam a governadora na reunião a secretária adjunta do Gabinete Civil, Socorro Batista e o assessor de Comunicação, Daniel Cabral. O deputado estadual George Soares, presidente da Frente Parlamentar para Energias Renováveis da Assembleia Legislativa, os prefeitos de Assu, Gustavo Soares e de Alto do Rodrigues, Nixon Baracho, Natacha Kade, Priscilla Simonetti, diretoras da Atua Energia, Dirceu Simabucuru e Thiago Lajus, diretores da InterTV, empresa que integra o grupo capixaba controlador da Atua, também participaram.

Fonte: Portal do Governo do RN

Compartilhe o artigo:
Sobre Gov Notícias 394 Artigos
Redação do Site Gov Notícias

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*