Governadora destaca incentivo a 14 mil negócios de mulheres no RN

Foto: Elisa Elsie - Assecom/RN

Durante o evento para instalação da Câmara da Mulher Empreendedora (CME), da Federação do Comércio de Bens Serviços e Turismo do Estado do Rio Grande do Norte (Fecomércio RN), na manhã desta sexta-feira (3), a governadora Fátima Bezerra destacou que a medida se soma aos esforços do governo do estado em prol das mulheres.

O colegiado pretende discutir a elaboração de políticas voltadas para as mulheres no âmbito empresarial, incentivo para a abertura de novos empreendimentos, integração e troca de experiências, melhoria do ambiente de negócios, além de formação e qualificação. A criação foi aprovada por unanimidade, no final de 2022, pelo Conselho de Representantes da entidade, órgão máximo que compõe a estrutura da Fecomércio RN e segue tendência nacional.

Fátima Bezerra celebrou políticas públicas implementadas lembrando que mais de 14 mil empreendimentos liderados por mulheres receberam financiamento da Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN) nos quatro anos do primeiro mandato.

Foram R$ 113 milhões investidos. Dos 24.645 empreendedores atendidos com financiamento, mais da metade foi de mulheres jovens – “uma constatação do olhar que o governo tem para fomentar, incentivar mais oportunidades para as mulheres”, definiu a governadora.

“O empreendedorismo é responsável por mais de 90% da geração de empregos por esse país afora. Essa iniciativa se soma a passos importantes para avançarmos no setor, como quando criamos a Lei Estadual de Apoio à Micro e Pequena Empresa no Rio Grande do Norte”, continuou a governadora, ao mencionar também a relicitação do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante e a expectativa da criação do Hub dos Correios, um centro internacional de distribuição.

O presidente da Fecomércio/RN, Marcelo Queiroz, destacou a força do empreendedorismo feminino. “Maior representatividade de mulheres à frente dos negócios, traz benefícios positivos para a economia, para as empresas e para a sociedade como um todo”, declarou, ao apresentar estudo que constata que igualdade de condições de trabalho é capaz de promover salto de 30% do PIB.

“A participação das mulheres no mercado gera ainda mais crescimento econômico, qualidade e inovação para o país. Há indicação de que as empreendedoras passam mais anos se dedicando aos estudos para aprimorar seus produtos e serviços. Em comparação com os homens, elas estudam 16% a mais. Do ponto de vista social, a presença de mulheres empreendedoras também contribui para reduzir desigualdades salariais”.

O evento contou com painel sobre empreendedorismo feminino, mediado pela coordenadora da Câmara, Sâmela Gomes; e participação de empresariado do setor de comércio.

Também acompanharam a instalação da Câmara, a secretária das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos do Rio Grande do Norte, Olga Aguiar; a subsecretária de Mulheres, Wanessa Dutra Fialho; a secretária extraordinária de Cultura, Mary Land Brito; e a coordenadora de Promoção à Saúde da Secretaria Estadual de Saúde Pública, Teresa Freire.

Fonte: Portal do Governo do RN

Compartilhe o artigo:
Sobre Gov Notícias 939 Artigos
Redação do Site Gov Notícias

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*