Assembleia debaterá fornecimento de insumos às pessoas diabéticas

deputado Ubaldo - Foto: arquivo

Uma denúncia recorrente que tem dominado os noticiários potiguares e as redes sociais nos últimos meses – a regularidade no fornecimento de insumos às pessoas diabéticas – será tema de Audiência Pública na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. O debate, proposto pelo deputado estadual Ubaldo Fernandes (PSDB), acontecerá nesta terça-feira (31/05), a partir das 14h30, no Plenário da Casa Legislativa, com participações de representantes de órgãos públicos e sociedade civil organizada.

A denúncia é de falhas no Prosus, programa que é coordenado pelas prefeituras, principalmente da região metropolitana, afetando a qualidade de vida e colocando até mesmo em risco as vidas dos diabéticos, principalmente os do tipo A. Eles denunciam problemas na entrega de fitas para teste glicêmico, que são dadas em quantidade insuficiente para a prescrição médica dos pacientes (limitada a 100 unidade mensais, independente da necessidade de cada cidadão), além de falta frequente deste insumo, sem contar a distribuição da insulina de ação lenta, que falta há meses. E, no Estado, a situação também se apresenta crítica, com a falta constante de insulina de ação rápida, distribuída pela Unicat.

Viabilidade

Ubaldo Fernandes, ainda, estuda viabilidade jurídica para elaboração de projetos de lei e outras formas de ajudar os diabéticos, como destinação de emendas e articulações com órgãos estaduais para a celebração de convênios públicos para suas entidades.

Foram convidados para esta Audiência representantes da APAD (Associação Potiguar Amigos dos Diabéticos), Secretaria Estadual de Saúde (Sesap), Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS), Ministério Público Estadual (MPE/RN), Defensoria Pública Estadual (DPE), Unicat, ProSus, Tribunal de Justiça (TJ) e Câmara Municipal, através do vereador Herberth Sena (PSDB).

Fonte: Saulo Vale

Compartilhe o artigo:
Sobre Gov Notícias 523 Artigos
Redação do Site Gov Notícias

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*