Governadora sanciona lei de Isolda que cria a Plataforma da Cultura Potiguar

Plataforma da Cultura Potiguar agora é lei (Foto: divulgação)

A governadora Fátima Bezerra sancionou, na última terça-feira (10), o projeto de lei que Cria a Plataforma da Cultura Potiguar, uma iniciativa de autoria da deputada Isolda Dantas (PT). Este momento marca um avanço significativo na promoção e fortalecimento da cultura do Rio Grande do Norte.

A Plataforma da Cultura Potiguar deve funcionar como um banco de dados virtual que tem como propósito de dar visibilidade, reconhecimento e apoio aos profissionais, grupos, coletivos, produtores e espaços artísticos e culturais.

A deputada Isolda Dantas compartilha sua motivação para criar esta lei: “Nos últimos anos, nossa comunidade artística enfrentou desafios que afetaram profundamente o setor cultural. É nosso dever criar políticas públicas que ofereçam melhores condições, mais oportunidades e espaços para a cultura florescer em nosso estado”. Por isso, apresentamos este projeto de lei “, disse Isolda.

Segundo o texto sancionado, o projeto Plataforma da Cultura Potiguar tem como objetivos principais mapear e cadastrar profissionais, facilitar o investimento em projetos culturais, incentivar a autonomia econômica de grupos e agentes e gerar emprego e renda.

A gestão da Plataforma ficará sob responsabilidade do governo do estado, garantindo uma administração eficiente e transparente. A inclusão na plataforma será simplificada, permitindo que profissionais, grupos, coletivos, produtores e espaços artísticos e culturais poderão preencham um formulário de inscrição diretamente na plataforma, tornando o processo acessível a todos.

A “Plataforma da Cultura Potiguar” representa o compromisso do RN com a valorização de seu patrimônio cultura, apoiando artistas e grupos culturais, e convidando todas e todos a se unirem e a contribuírem para a riqueza da nossa cena cultural.

Fonte: Blog do Barreto

Compartilhe o artigo:
Sobre Gov Notícias 939 Artigos
Redação do Site Gov Notícias

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*