Sesap reúne municípios para ampliar ações de combate à dengue no RN

Os dados mais recentes dos casos de dengue no RN não apontam para um quadro de epidemia - Foto: Assecom Sesap

O encontro foi convocado para sensibilizar os gestores sobre os alertas da vigilância epidemiológica da Sesap

Ao longo da tarde desta sexta-feira (23), a equipe da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) reuniu-se, de modo virtual, com dezenas de representantes dos municípios potiguares para discutir e ampliar as estratégias de combate à dengue no Rio Grande do Norte.

O encontro foi convocado para sensibilizar os gestores sobre os alertas da vigilância epidemiológica da Sesap, que vem acompanhando diariamente o quadro da doença no estado e trabalhando em parceria com as secretarias municipais desde dezembro passado. “Esse é só o primeiro encontro de vários que faremos ao longo deste período de alerta da dengue. As equipes técnicas já vem trabalhando desde o ano passado, mas os prefeitos precisam estar mais próximos, para evitar que possamos entrar em uma situação mais grave, como estamos vendo em outros estados”, disse Lyane Ramalho, secretária de Estado da Saúde Pública.

Representando os gestores locais, o prefeito de Lagoa Nova e presidente da Federação dos Municípios do RN, Luciano Santos, reafirmou a importância da ação conjunta. “Vamos seguir conversando entre os prefeitos para reforçar esse movimento que foi convocado pela Sesap, procurando também envolver outros atores da sociedade no processo, porque o combate à dengue diz respeito a todos”, comentou o prefeito.

O envolvimento das prefeituras, enquanto ente gestor, é essencial pelo caráter multisetorial que o enfrentamento à dengue, em especial na diminuição da reprodução do vetor da doença, que é o mosquito Aedes aegypti, com a diminuição dos focos de acúmulo de água. “A dengue não é um caso só da secretaria de saúde. Pela forma que o mosquito se reproduz, que é com a água parada, temos que envolver quem trabalha com a coleta de lixo, infraestrutura, serviços urbanos, educação. Todos precisam participar, por isso a importância de chamar as prefeituras para afinar esse trabalho”, completou a coordenadora de vigilância em saúde da Sesap, Diana Rego.

Os dados mais recentes dos casos de dengue no RN não apontam para um quadro de epidemia, apesar do crescimento substancial das notificações. Segundo o mais recente quadro divulgado pela Sesap, desde o início de foram notificados 1578 casos, dos quais 160 foram descartados e 188 confirmados, sem ocorrência de óbito. No mesmo período de 2023, tinham sido notificados 777, o que representa um crescimento de 103%.

Fonte: Portal do Governo do RN

Compartilhe o artigo:
Sobre Gov Notícias 984 Artigos
Redação do Site Gov Notícias

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*